Reta final 2020: reflexões, histórias e aprendizados

Atualizado: Fev 26


Unsplash

Estamos chegando ao final de mais um ano. E que ano! 2020 sempre será lembrado, mas, infelizmente essas lembranças não serão, em sua maioria, por motivos positivos. Este ano foi marcado por muitas incertezas e a necessidade de nos adaptarmos ao novo normal. E é claro que talvez possa não parecer coerente pensar na possibilidade de, nessa reta final, agradecer pelo ano que se passou.


Em um post do Facebook uma pessoa digitou: “a parte boa de 2020 é que ele está acabando.” E para muitas pessoas essa é a verdadeira realidade. Muitos perderam o emprego, empresas foram fechadas e o pior, muitos perderam a vida. Só no Brasil, já são mais de 170.000 óbitos causados pela Covid-19. E nem precisamos lembrar da quantidade de pessoas que estão sofrendo com essas perdas.


O fato é que a nossa vida é feita de fases. Fases boas e ruins. E devemos viver cada uma delas. Quando a fase é ruim, devemos nos permitir ficar tristes. A gente não precisa ser forte o tempo todo. É claro que o objetivo deste texto não é motivar a sua tristeza, se você estiver passando por algo difícil, mas é dizer que somos humanos e não máquinas. O ano foi difícil, não se culpe se você reclamou muito, se você quase surtou e quis desistir. O objetivo é te fazer mudar o seu olhar.


Talvez a ótica pela qual devêssemos olhar para esse ano, é a de pensar nas oportunidades que apareceram com a crise. Oportunidade para começar um novo negócio, mesmo que aos pouquinhos; oportunidade para curtir mais a nossa casa; oportunidade para estar mais perto da nossa família e cuidar mais uns dos outros; oportunidade para se redescobrir e se reinventar.


Agradecer pelo que conquistamos neste ano e pela vida daqueles que amamos. Por todas as oportunidades que chegam, por todas as pessoas que são parte do nosso caminho. Até pelas pequenas coisas cotidianas, que passamos a dar um valor maior nesta pandemia, e pelos desafios e os erros, que ensinam tanto.


2020 foi e ainda é um ano difícil. Atípico. Daqueles que irá nos fazer virar os olhos só de relembrar. Porém, fazer uma reavaliação de tudo que ocorreu em nossas vidas nestes doze meses e ver tudo o que se passou e como aprendemos com esta pandemia, é de fundamental importância. Que a esperança, a empatia, a solidariedade e o amor estejam dentro de cada um de nós, para um Ano Novo muito melhor.


É hora de traçar novas metas e continuar correndo atrás dos nossos sonhos. Que possamos incluir na nossa lista o objetivo de aprender a valorizar o que realmente importa e a viver cada dia de uma vez, pois como diz Kung Fu Panda “o ontem é história, o amanhã é um mistério, mas o hoje é uma dádiva. É por isso que se chama presente.”


Publicado por Fui / Gabriela Castro e Verônica Jellifes

64 visualizações0 comentário

ATENDIMENTO

REDES SOCIAIS

  • Branca Ícone Instagram
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca ícone do YouTube

Copyright @2020 FuiApp. Todos os direitos reservados.