Dia Mundial do Combate à Diabetes reforça a importância da prevenção contra a doença

Atualizado: há 19 horas


No Brasil, as Doenças Crônicas Não Transmissíveis, como diabetes, são responsáveis por mais de 70% das mortes

O Dia Mundial do Diabetes, 14 de novembro, foi instituído pela Federação Internacional de Diabetes (IDF) e pela Organização Mundial da Saúde (OMS) a fim de reforçar a conscientização a respeito desse mal, principalmente em relação a sua prevenção e as dificuldades enfrentadas pelos pacientes.


Segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes, só no Brasil, existem atualmente mais de 13 milhões de pessoas vivendo com diabetes e esse número tende a aumentar. No mundo são cerca de 250 milhões de pessoas que possuem a doença. No Brasil, as Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT), como diabetes, são responsáveis por mais de 70% das mortes, sendo que o excesso de peso é o maior fator de risco para o aumento da doença. A Coordenação Geral de Prevenção de Doenças Crônicas e Controle do Tabagismo do Ministério da Saúde aponta que “no Brasil, em 2008, 70,6% dos casos de diabetes em mulheres e 60,3% dos casos de diabetes em homens são atribuídos ao excesso de peso”.


Sobre o diabetes


O diabetes é uma doença crônica na qual o corpo não produz insulina ou não consegue empregar adequadamente a insulina que produz. A insulina, por sua vez, é um hormônio que controla a quantidade de glicose no sangue. O corpo precisa desse hormônio para utilizar a glicose, que obtemos por meio dos alimentos, como fonte de energia. O que ocorre quando a pessoa tem diabetes é que o organismo não fabrica insulina e não consegue utilizar a glicose adequadamente. O nível de glicose no sangue fica alto - que conhecemos como hiperglicemia. E se esse quadro permanece por longos períodos, pode haver danos em órgãos, vasos sanguíneos e nervos.


Principais tipos de diabetes

Diabetes tipo 1 - o sistema imunológico do corpo ataca e destrói as células que produzem insulina

Diabetes tipo 2 - o corpo não produz insulina suficiente ou as células do corpo não reagem à insulina

Diabetes Gestacional - a placenta da mulher é uma fonte importante de hormônios que reduzem a ação da insulina, responsável pela captação e utilização da glicose pelo corpo. O pâncreas, consequentemente, aumenta a produção de insulina para compensar este quadro. Em algumas mulheres, entretanto, este processo não ocorre e elas desenvolvem um quadro de diabetes gestacional, caracterizado pelo aumento do nível de glicose no sangue.


Como prevenir a diabetes?

A prevenção do Diabetes, para quem tem um ou vários fatores de risco mas não tem ainda o diagnóstico da doença, passa por adotar um estilo de vida mais saudável e consultar o médico, fazendo exames regulares de diagnóstico.

Para quem tem o diagnóstico de Diabetes, a prevenção também é um fator importante para o controle da doença e para uma maior qualidade de vida.

Como estamos em novembro e este foi o mês escolhido para chamar a atenção para a prevenção e o diagnóstico precoce de doenças que atingem a população masculina, é essencial destacar que a prevenção é sempre o melhor remédio para evitar o nosso corpo seja acometido por doenças. No caso do Diabetes, ela passa por alguns pontos-chave, fundamentais para ter uma vida mais saudável:

  • Entender a Diabetes;

  • Adotar uma Vida Saudável:

Ter uma alimentação equilibrada;

Praticar exercício físico regularmente.

  • Controlar a Diabetes;

  • Monitorar periodicamente os níveis de glicemia no sangue;

  • Tomando a medicação quando prescrita pelo médico.

A FUI apoia que todos se cuidem para ter uma melhor qualidade de vida, sempre priorizando a saúde!


Publicado por Fui / Gabriela Castro e Verônica Jellifes


4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

ATENDIMENTO

REDES SOCIAIS

  • Branca Ícone Instagram
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca ícone do YouTube

Copyright @2020 FuiApp. Todos os direitos reservados.